sábado, 1 de setembro de 2007

Rômulo Cortez de Paula

Fórmula da Massa do Universo Local incluindo a matéria visível e a matéria escura:


M: Massa do Universo Local: 10^54 kg

c : Velocidade da Luz: 3,00 x 10^8 m/s

t: Idade do Universo: 13,8 bilhões de anos = 4,35 x 10^17 s

G: Constante de Gravitação: 6,67 x 10^-11 (m^3)/(kg)(s^2)

R: Raio do Universo Local: 1,31 x 10^26 m
72 % : Energia Escura (V)
28 % : Energia de Massa ((En)=(M)(c^2))
O Universo Local com 13,8 bilhões de anos-luz de raio
R = (1,31 x 10^26 m)

Diploma de Engenheiro Mecânico EEUFMG Rômulo Cortez de Paula




A Massa do Universo Local é:


M = 6(c^3)(t)/(G) = 10^54 kg !



Chamaremos aqui de "universo local" ao conteúdo de uma esfera de raio R = ct com centro no planeta Terra (R = 1,31 x 10^26 metros), sendo "c" a velocidade da luz (c = 3,00 x 10^8 metros por segundo) e "t" a idade do universo (13,8 bilhões de anos = 4,35 x 10^17 segundos).Veja a figura no alto da página.


Assim, para nós "universo local" será tudo aquilo que podemos e não podemos ver através dos mais poderosos telescópios, desde o que está próximo da Terra até o que está a uma distância de 13,8 bilhões de anos-luz ou 1,31 x 10^26 metros da Terra.


Não utilizamos neste trabalho a Relatividade Geral, mas uma aproximação utilizando Relatividade Restrita e Mecânica Newtoniana. Definido, então, "universo local" conforme acima, seja M a massa total contida nesta região do espaço, incluindo a matéria visível e a matéria escura.


A energia En associada à Massa M é: (En) = ( M)(c^2) (1), onde c é a velocidade da luz.
À energia escura de repulsão, não conversível em matéria por En = m(c^2), que acelera a expansão do universo chamaremos V.


Nós sabemos que 72% da energia do universo (isto é, 72% de (En + V)), excluída a energia potencial U, é devida à energia escura V (veja figura no alto da página).

Assim, podemos escrever: (V) = 0,72 x (En + V) (2).


Pondo (1) em (2) e resolvendo para V acha-se: (V) = 2,57 x (M)(c^2) (3).


Agora a nossa hipótese de trabalho:



"A energia total do universo é igual a zero !"


"SIM, O UNIVERSO VEIO DO NADA !"
                                                                                          

Isto se escreve: En + V + U = 0 (4) onde, para o tempo atual:

(En) = (M)(c^2) é a energia associada à massa total do universo local M (1).

(V) = 2,57 x (M)(c^2) (3) é a energia escura do universo local que acelera a expansão do universo.

(U) = - (3/5)(G)(M^2)/(R) (5), é a energia potencial gravitacional do universo local, que é negativa, onde G é a constante de gravitação universal, M a massa total do universo local e R o seu raio. O 3/5 vem do cálculo da energia potencial própria de uma esfera com densidade uniforme.

Pondo (1), (3) e (5) em (4) e resolvendo para M acha-se:( M) = 5,95 x( R)(c^2)/(G) (6).

Temos também que R =( ct) (7), isto é, o raio do universo local R é igual ao produto da velocidade da luz c pela idade do universo t.

Pondo (7) em (6), vem: (M) = 5,95(c^3)(t)/(G) = 6(c^3)(t)/(G) (8).

(8) dá a massa total do universo local M incluindo a matéria visível e a matéria escura, onde:

c: Velocidade da Luz: 3,00 x 10^8 metros por segundo.
t: Idade do Universo: 13,7 bilhões de anos = 13,8 x (10^9) x 365 x 24 x 3600 = 4,35 x 10^17 segundos.
G: Constante de Gravitação Universal: 6,67 x 10^-11 (m^3)/(kg)/(s^2).

Colocando estes valores em (8), vem:  M = 1,06 x 10^54 kg.

Já era de se supor que o universo fosse finito !
Por isso ele é escuro no céu da noite !
Se o universo fosse infinito, o brilho das infinitas estrelas faria 
o céu noturno ser brilhante !

A massa total das estrelas luminosas do universo local pode ser calculada sabendo-se que nele existem cerca de 200 bilhões de galáxias, cada uma com cerca de 100 bilhões de estrelas luminosas, cada estrela luminosa com uma massa média igual à do nosso sol, que é de 2 x (10^30) kg.
Fazendo-se as contas, acha-se uma massa total de 4 x (10^52) kg para as estrelas luminosas do universo local.
Considerando-se que a massa total do universo local é (10^54) kg, isso significa que a massa das estrelas luminosas do universo local representa apenas 4% da massa total do universo local.

Veja também a massa do universo calculada em termos das constantes fundamentais da Física em:



------------------------------------ÍNDICE-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Versão em Inglês: 
http://universemass.blogspot.com


Fórmula Geral da Massa do Universo: http://massadouniversoconstantes.blogspot.com


Pinturas de minha autoria: 
http://romuloarte.blogspot.com






Retratos do Universo:
http://retratosuniverso.blogspot.com


Patentes de Hidrômetro e Medidor de Eletricidade Eletrônicos Digitais que podem ser lidos pela rede pública de telefonia: http://www.patentesonline.com.br/patente.pesquisar.do?pesquisa=patente.inventores:%22%20R%F4mulo%20Cortez%20de%20Paula%20%22


Equações Algébricas Completas de Terceiro e Quarto Graus de minha autoria:
http://equacaoterceiroquarto.blogspot.com/


Currículo:
http://universemass2.blogspot.com


(Para imprimir, use no Explorer, Arquivo, Imprimir, Páginas 1-8)


********************************************************************************************************************